16 de dezembro de 2014

Respeito muito aqueles que vivem de arte mas, respeito muito mais aqueles que dedicam sua arte a vida. Augusto Boal


A arte é uma só dentro de muitas coisas
Perambula as ruas, desce ladeiras, percorre os morros e corações frios
Áreas remotas, centro e marginal.
A arte é culta, é massa e devaneia.
Se perde nas esquinas da música, nos postes do teatro e no sonho das escritas.
Foram 6 dias...
Seis dias que Sete Lagoas pode se esbaldar de cultura. Pela primeira vez recebe em seu solo companhias de cinco estados desse Brasil.
Culturas diferentes, sotaques gostosos de ouvir e almas repletas de bondade.
Nosso objetivo, como dito, é provocar trocas, é ir fundo na alma do artista e democratizar o acesso a cultura da nossa população que tanto tempo foi esquecida e maltratada. O objetivo de nós, carpinteiros cênicos, é dar esperança a esse povo, mostrar um lado além do cotidiano.
E foi fundamental a parceira do SESC, que abarcou nosso sonho, e mais ainda agradecemos a Gabriela, que foi nosso anjo nessa mostra, sem o esforço dela, tudo ficaria apenas na imaginação.
Mais que importante pro povo saber que ESTA PARTIDA NÃO SERÁ TELEVISIONADA, é saber como ele é julgado, tratado e pisoteado.
Mas que importante pro povo saber das ESTÓRIAS DE UM POVO DE LÁ do amado Jõao Guimaraes Rosa e de BUMBA MEU BOI tradição do nosso folclore.
Uma comunidade tem que conhecer os ENCANTOS e o DESAMOR dessa vida.
É mais que direito conhecer AQUELAS COISAS e o clássico ( só que diferente) ROMEU E JULIETA. E se deliciar com as pessoas de CHICO COBRA E LAZARINO.
É entender a obra do escrito torto, do predicado morto e do dia que ousar subestimar o poeta FAROESTE CABOCLO, e entender nossa suja realidade.
E mais que isso, é conhecer o grande homenageado dessa festa, ZACARIAS: UM MAURO EM NOSSAS VIDAS.
E se divertir com MUTEMA E OUTRAS HISTÓRIAS.
Como é boa essa mistura, essa
miscigenação..
E todos os dias antes de colocar a cabeça no travesseiro, pensamos:
NOSSO TRABALHO ESTÁ CUMPRIDO?
Não. Não está. A realização da mostra é apenas o começo. Ainda tem muito chão pra percorrer, muito mundarel pra encantar.
Aos grupos e artistas, que as estrelas sempre brilhem pra vocês, e que quando o caminho parecer perdido que a arte vos dê uma resposta. Nossa mostra não pode ser o ponto final quando acaba. Mas o ponto de partida!
A todos que estiveram presentes, o nosso muitíssimo obrigad@.
vida longa ao teatro!
Vida longa a MOSTRA TEATRAL ZACARIAS
.

"ENCANTOS" (CIA oÔPS!) GOIÂNIA-GO
        
"ZACARIAS: UM MAURO EM NOSSAS VIDAS" (GRUPOS EVOÉ DE TEATRO) SETE LAGOAS-MG
"AQUELAS COISAS" (TEATRO DE RETALHOS) ARCOVERDE-PE

                                                   "ROMEU E JULIETA: IGUAL AO OUTRO SÓ QUE DIFERENTE" (TEATRO DE RETALHOS) ARCOVERDE-PE

"AUTO DO BOI DA MANTA" (CARROÇA TEATRAL) SETE LAGOAS-MG

"CHICO COBRA E LAZARINO" (GRUPO ARIANO SUASSUNA) IGARASSU-PE
"ESTA PARTIDA NÃO SERÁ TELEVISIONADA" (CIA DO ELEFANTE) SANTOS-SP

"MUTEMA E OUTRAS HISTÓRIAS" (GRUPO DRAMA DE TEATRO) SETE LAGOAS-MG

"BUMBA MEU BOI" (GOTA, PÓ E POEIRA) GUAÇUÍ-ES

"CINEMA, PIPOCA E PIRUÁ" (OVORINI CARPINTARIA CÊNICA) SETE LAGOAS-MG 

"DESAMOR" (CIA OÔPS!) GOIANIA-GO
      

II MOSTRA TEATRAL ZACARIAS

Conhecendo as crescentes demandas culturais e as necessidades de democratização de acesso a Cultura, a OVORINI CARPINTARIA CÊNICA (Sete Lagoas-MG) e o SESC MG unidade de Sete Lagoas com apoio da Secretaria Municipal de Cultura promovem entre os dias 04 e 09 de Dezembro a II Mostra Teatral Mauro Faccio Gonçalves imortalizado como o trapalhão "Zacarias" A programação conta com espetaculos de 6 estados (Rio de Janeiro,Pernambuco,Goias,São Paulo,Espirito Santo e Minas Gerais) alem de rodas de conversas, debates e oficinas de formação. A programação é inteiramente gratuita a toda população setelagoana. Gostaríamos que nos ajudassem a compartilhar esta informação.


CAMINHADA PELO NORDESTE

Chegou a hora...
Nos entristecemos com a partida. Mas nossa casa nos aguarda.
Enquanto isso guardaremos as melhores lembranças de Igarassu e seu povo hospitaleiro, carinhoso e receptivo.
Toda nossa gratidão à produção do 6º FESTIG que nos recepcionou tão bem! GRUPO ARIANO SUASSUNA a vocês todo sucesso do mundo!
As trocas, amizades..
Apesar daquela dificuldade de comunicação, teatro é uma linguagem universal.
Agradecemos todas as trocas com o Teatro Pícaro(Itália), Fede Abaca (Argentina), Ar Produções (Rio de Janeiro), Cia.Pé de Chinelo( Ribeirão Preto)
E levaremos todas as amizades feitas aqui, para onde formos.
Deixamos nossa alma e voltamos com um pedaço do coração de cada um.
Nosso Eterno agradecimento ao maravilhoso público de Igarassu!
Muito felizes!
" Nossa vida é artear por esse país, pra ver se um dia a gente descansa feliz."
Luiz Gonzaga

PERNAMBUCO!




6º FESTIG RECEBE MARCELINHO E SUA TURMA



A falta de palco não impede a cidade de Igarassu, na Região Metropolitana do Recife, de organizar um festival de artes cênicas. Pelo sexto ano, o município - que não tem teatro - promove o Festig, que vai até o próximo sábado (29). O evento é promovido pelo Grupo Teatral Ariano Suassuna (GAS), com incentivo do Funcultura, e conta com 23 apresentações teatrais de doze cidades diferentes, do Brasil e do exterior. Os espetáculos são gratuitos.

A programação, que também oferece oficinas, leituras dramatizadas e exposição fotográfica ao público, tem como homenageado o ator Izaltino Caetano, natural de Olinda. Dentre os grupos que levam montagens à cidade, estão companhias da Espanha, Itália e Argentina. O Festig transforma outros espaços em palcos, como o casarão do Centro de Artes Mestre Narciso Félix de Araújo, no Sítio Histórico da cidade.



Confira a programação do festival:

>> Quinta (20)
20h - Chico Cobra e Lazarino (GAS - Igarassu/PE), no Centro de Artes

>> Sexta (21)
16h - Quem Conta um Conto Aumenta um Ponto (GAS - Igarassu/PE), no Centro de Artes
20h - Risoflora, a história de uma drag queen (Emanuel David D'Lucard - Camaragibe/PE), no Centro de Artes

>> Sábado (22)
16h - Circo Malungus (Grupo Mulungu - Igarassu/PE), no Pátio do Ginásio Poliesportivo
20h - Navalha na Carne (Grupo Imagem de Teatro - Fortaleza/CE), no Centro de Artes

>> Domingo (23)
16h - O Menino Detrás das Nuvens (Cia Popular de Teatro de Camaragibe/PE e Foco 3 do Coliseu - Olinda/PE), no Centro de Artes
20h - Navalha na Carne (Grupo Imagem de Teatro - Fortaleza/CE), no Centro de Artes

>> Segunda (24)
16h - Lios de Granja (Chincho Poroto - Argentina), no Centro de Artes
17h - Cinema, pipoca e piruá (Ovorini Carpintaria Cênica - Sete Lagoas/MG), no Pátio da Escola Santos Cosme e Damião
20h - Fábula Bufa (Teatro Pícaro - Itália), no Centro de Artes

>> Terça (25)
16h - Cinema, pipoca e piruá (Ovorini Carpintaria Cênica - Sete Lagoas/MG), no Centro de Artes
17h - Sananab (Cia Pé de Chinelo/Palhaço Bisgoio - Ribeirão Preto/SP), na Praça da Saramandaia
19h - Maldito Coração Me Alegra Que Tu Sofras (AR Produções - RJ), no Convento de Santo Antônio
20h - Cabaré de Palhaçaria “No Menu” (Cia 2 Em Cena de Teatro, Circo e Dança - Recife/PE), no Centro de Artes

>> Quarta (26)
16h - El Panadero y El Diablo (Compañia Mitarritom Teatro Con Títeres - Argentina), no Centro de Artes
19h - Maldito Coração Me Alegra Que Tu Sofras (AR Produções - RJ), no Convento de Santo Antônio
20h - Pillpinto Mariposa Pequeña (Grupo Libre - Argentina), no Centro de Artes

>> Quinta (27)
16h - Sananab (Cia Pé de Chinelo/Palhaço Bisgoio - Ribeirão Preto/SP), no Centro de Artes
20h - Estapafúrdio (Ospália - Itajaí/SC), no Centro de Artes

>> Sexta (28)
10h - El Panadero y El Diablo (Compañia Mitarritom Teatro Con Títeres - Argentina), no Centro de Artes
16h - Lios de Granja (Chincho Poroto - Argentina), no Centro de Artes
20h - Estapafúrdio (Ospália - Itajaí/SC), no Centro de Artes



>> Sábado (29)
16h - Flicts, A História de Uma Cor (Grupo Arte Em Movimento IFPE - Recife/PE), no Centro de Artes
20h - Fábula Bufa (Teatro Pícaro - Itália), no Centro de Artes




http://g1.globo.com/pernambuco/noticia/2014/11/sem-teatro-igarassu-organiza-festival-de-artes-cenicas-pela-sexta-vez.html


4 de outubro de 2014

SETE LAGOAS RECEBE TEMPORADA DE TEATRO

Pensando em formas de democratizar a cultura, os grupos de teatro de Sete Lagoas, propõem que, TODO FINAL DE SETE LAGOAS HAVERÁ TEATRO.
Esta proposta fundamenta-se na difusão cultural das Artes Cênicas com a População.
Sabe-se que é essencial para o desenvolvimento de um povo, a liberdade de transmitir a arte sob várias formas.
É preciso criar e estabelecer esse meio de inserção da população no saber e fazer artístico de modo a garantir a cada pessoa o exercício de sua cidadania.
Essa proposta também se justifica pelo fato de a cidade estar em uma fase de desenvolvimento e o mesmo não é sentido pelas artes locais que continuam sobrevivendo às margens desse avanço.
VÁ AO TEATRO SETE LAGOAS viabilizará o início de uma grande reformulação artística e cultural em Sete Lagoas.